Monday, April 02, 2007

.


32 comments:

Evandro said...

muito bom seu blog

parabéns

T+

Monsieur Coçard said...

huehuhuehueheuheuheuhue

mata! mata! mata! mata! mata! mata! mata! mata! mata! mata!

abraços

anna julia 8ª (: said...

SLKAJDKAJDLKASDJLJSALKD
tadinho dele ;D
mais essa história é verdade, o povo brasileiro as vezes não está nem aí para uma das coisas mais importantes, que é a violência, e ao invez de sair para protestar contra eles peferem ir para um estádio torcer para os 'finalistas' do BBB, isso as vezes da raiva porque se o brasil não tomar nenhuma iniciativa contra a VIOLÊNCIA quem vai tomar?
mais adorei o blog!

Peterson Florindo said...

Eu fico de cara com esse tipo de coisa. O brasileiro é mesmo fútil: prefere cuidar da vida dos outros do que da própria vida, e põe essas futilidades acima de tudo. Nesse carnaval, em Florianópolis, houve pessoas que dormiram em filas por alguns dias, para conseguir ingresso para ver o desfile das escolas de samba (e olha que SC nem tem muita tradição em carnaval). Se fosse para agüentar por uma vaga num posto de saúde, teriam desistido há muito tempo. =/

Wagner said...

hauhauahuahauhu

muito bommmmm

Henrique Fogli said...

Mata o alemão e deixa uma bomba na Globo! hahahaha

Giovani Martins 6ª said...

Eu acho que a tira mostra que no Brasil, todos se mobilizam para saldar uma pessoa que se destaca num programa, que é famosa, mas chega na hora que realmente precisa se mobilizar contra algo importante que está realmente mexendo com o Brasil, o povo não se interessa tanto quanto na hora de se divertir. O povo brasileiro tem que se tocar, acordar para vida e sair em busca da paz .

Descharth said...

Na verdade o povo não faz passeata contra a violência porque teme a violência nas passeatas.

Omar said...

Excelente! Mata o "Alemão" q o Brasil inteiro sai às ruas. hahaha

Geovanny Bruno said...

E viva a ironia...
Quadrinhos muito , muito interesantes.. parte de um blog realmente legal..

O Incontinenti...
http://buhmasque.blogspot.com

Isadora 7ª confepi said...

Gostei, só q eles querem acabar com a violência causando mais violência, e ao mesmo tempo estão usando o símbolo do nazismo que foi uma época q mais se matou inocentes.

Natan 7ª série said...

legal
mais garanto que se matassem o Alemão
dai sim todos iriam querer ir na passeata
pois as pessoas preferem se entreter do que o bem da nação
e outra coisa
Hitler matava alemão ?

Anonymous said...

Muito boa a tirinha mais esse sapo esta querendo acabar com violencia, fazendo violencia, isso nao eh certo, por que devemos ser pacificos.



=)

Paulo Ricardo Mauro said...

Muito boa a tirinha mais esse sapo esta querendo acabar com violencia, fazendo violencia, isso nao eh certo, por que devemos ser pacificos.




=)

Felipe said...

Muito bom...
Mais com 34 pessoas nao da pra para nem o começo da violencia..
Para isso a violencia é preciso mais de 50 mil pessoas para ter um brasil melhor

=D

Fabiula. CONFEPI. said...

É mesmo. As pessoas todas torcendo para o Alemão sem mesmo conhecer ele. E pra violência ninguém dá bola, daí acontecem assaltos e o povo só reclama. Eu acho que o Brasil não pode ficar pior.

Gabriela said...

Tadinho do alemão
Mas o pior é saber que os brasileiros dexam mesmo de ir a uma passeata contra um fato terrivel do nosso dia-a-dia para assistir telivisão, a é de mais.

beijos

Bruno setima serie confepi said...

Não é matando um cara que vamos fazer pessoas ir a uma passeata.
É que nós brasileiros nos interessamos mais por uma pessoa que ganhou um milhãao do que uma coisa séria que acontece no nosso cotidiano, a violência.
Penssamos que ele ganhou aquele dinheiro todo e vai dar alguma coisa para nós, mas ele não ta nem ai pra gente.
Então matando ele não vai dar em nada, pois violência gera violência.

veridiana said...

eu achei bem interessante, por que o que diz ali é bem verdade o povo brasileiro se interessa mais em uma pessoa que eles nem conhecem,do que em assuntos sérios como a violência.
Se as pessoas deixassem de idolatrar um ídolo da TV e comece a se preocupar com as coisas importantes de seu próprio país talvez hoje vivêssemos em um lugar melhor.

wagner said...

Uauaua! Muito boa essa tirinha, poxa,que preconceito com o alemao, hittle matava judeu e nao alemao, eu acho que essa foi uma falha da tirinha.

Rodrigo said...

Eu adorei esta charge é muito legal pois iriam matar o alemão..huhuhuahuah

Juliana said...

Ah eu gostei da charge sim. Poruqe as pessoas estão torcendo por uma pessoa que não conhece,uma pessoa já querida pelo Brasil, por um Reality show.E esperando a saída e o ganhador de um premio de 1 milhão de reais.

Juliana said...

Ah eu gostei da charge sim. Poruqe as pessoas estão torcendo por uma pessoa que não conhece,uma pessoa já querida pelo Brasil, por um Reality show.E esperando a saída e o ganhador de um premio de 1 milhão de reais.

Anonymous said...

muito legal...

adorei a tirinha

João Edézio 8ª série CONFEPI said...

Engraçado o assunto da tirinha 4 (do Alemão). Fala que 7 mil pessoas
vão se reunir, em um estádio, pra torcer para uma pessoa (Alemão), que nunca o conheceu e ficou 3 meses trancado numa casa (BBB 7) e só passou comendo e nadando numa piscina, e enquanto, só 34 pessoas reuniram-se em uma passeata contra a violência.
E já no final, que é puro “riso”, o personagem fala que, para mobilizar muitas pessoas contra uma ciosa tão séria, quanto o combate da violência, é só matar o próprio Alemão (com relação a violência), para reunir tanta pessoa num local.

Obs: Professora, eu não acredito que o povo brasileiro liga mais para um “personagem” do BBB, e não da o mínimo interesse para um problema tão importante que é o combate a violência, e então eu acho que isso não é ser um vergadeiro brasileiro, pois o povo deveria cuidar mais do nosso país de assuntos importantes e não para uma pessoa que saiu de um reality show.



Um abraço de seu aluno, João Edézio.

Mariana Bortolatto - 8ª série confepi said...

Achei a tirinha muito boa e interessante, pois o fenômeno Alemão, assim como muitos outros fatos, se tornam muito mobilizadores no Brasil. Isso acontece porque o povo não tem consciência das verdadeiras situações que precisam da mobilização e ajuda para se resolver. De que modo podemos criar essa consciência? De que maneira fazer as pessoas acordarem para os verdadeiros valores e necessidades? Não se sabe exatamente. Talvez conscientizando as pessoas do tamanho da bobagem que é ficar supervalorizando alguém que nem se conhece, que não nos interessa, que não nos trará nada de bom, que está ali se promovendo as nossas custas. Temos que mostrar a cada um que verdadeiras pessoas, são movidas por verdadeiros valores. Isso é ser inteligente!!!

gustavo 7ª said...

Hoje em dia as pessoas gostam mais de um "personagem" da televisão do que o Brasil que e um negocio mais serio.
Pensando que um cara qualquer chega na telavisão ganha uma boa grana e vai ser o maioral.
Nós brasileiros não estamos pensando no certo.
Por isso vamos olahr pelo nosso pais e pelo nosso futuro que são as nossas crianças.

João Luiz, Sétima Série--confepi said...

Boa ideia...adorei a tirinha, mas sobre o alemão...matar só ele não basta...tem que matar aqueles idiotas que se acham só porque participaram de um reality show ridículo...

Dale Hitler!!!

XD

Thayná Gaya 6ª série confepi said...

hauahua
verdade as pessoa não estão nem ai pra violência se preocupam mais com os "famosos"...
e essa idéia de matar o alemão foi muito engraçada..
hauha

Amanda de Souza 6ª série-CONFEPI said...

As pessoas estão se importando mais com o dinheiro e com a boa vida e na hora de se mobilizar e ajudar a acabar com a violência no Brasil são poucas as que estão dispostas.
O Alemão foi aprnas um dos exemplos.Votar para alguém ganhar dinheiro é fácil e todos ajudam agora ir as ruas e protestar contra a violência ir apenas 34 pessoas é uma vergonha...

Morgana said...

a violência no Brasil aumenta a cada dia!
mais as pessoas se importam só com o dinheiro e quando é para acabar com a violência todo mundo ta fora!
vamos acarbar com isso

Laura Gaya -6ª série CONFEPI said...

É lamentável e preocupante o fato das pessoas darem tanta importância a um programa fútil e tão pouca importância ao rumo que o nosso país vai tomando,o rumo da discriminação e violência.É uma verdadeira inversão de valores.
Por outro lado,penso também, que diante de tantos problemas que as pessoas enfrentam no seu dia-a-dia,esse programa serve,de certa maneira,como diversão e refúgio.