Thursday, April 19, 2007

.


10 comments:

Mary said...

Sei lá, acho que a sociedade americana deixa todo mundo louco!

Graças a Deus isso nunca aconteceu aqui no Brasil (apesar de todos os o outros problemas...)

Fábio said...

Como eles dizem...
"In God we Trust"

Agora resta saber se Deus confia neles... :\

Abraços

DANIEL PEARL said...

O blog “Desabafo País” quer ocupar o espaço para contribuir: não podemos aceitar a vida com giras que estimule a violência: “vamos arrebentar”; “é na porrada”; “o bicho vai pegar”; “se não tiver ação e sangue, esse filme não serve”, “esse menino é medroso, vai pra cima”... nosso dia a dia é repleto de cenas de violências, em casa, no trabalho, na escola, na faculdade, na rua, enfim, em toda parte dessa Nação, exala o odor de agressividade. Nossas línguas saem o veneno do ódio, do rancor, da raiva, da vingança e conseqüência: 38 mil vidas perdidas a cada ano, fruto da arma de fogo. Antes de tudo isso, a mente humana elaborou todo esse plano macabro, não deixando que o AMOR penetrasse em suas almas. O blog Desabafo País lança o convite: vamos plantar a SEMENTE DA PAZ, começando pela nossa BOCA e nos espaços dos blogs. É preciso fazer algo para frear em nós a cultura da violência. O Brasil precisa voltar a ser o país da PAZ. Vamos lá? Daniel Pearl. Faça-nos uma visita: http://desabafopais.blogspot.com/

Lucas Haeser said...

Legal a tira! O melhor texto que li sobre esse assunto foi no blog Hoje é um bom dia:

"Os corpos nem tinham caído no chão ainda quando Jack Thompson, o famoso advogado anti-games que alega que tudo desde o Holocausto até a concepção do filme Ultraviolet é culpa de videogames, começou a tecer seu discurso padrão. Muitos engolem essa papagaiada, mas aí quando pressionados por coisas bobas e irrelevantes como a falta de qualquer evidência científica que corrobore essa crença, o discurso muda de "GTA É UM SIMULADOR DE ASSASSINATOS" pra "bom, esses assassinos eram pessoas com graves problemas psicológicos e acesso a armas de fogo, o que as tornavam pré-dispostas a matar um grande número de pessoas com precisão militar e sangue frio digno de vilões de revistas em quadrinhos da Marvel, talvez até o Galactus, MAS SE NÃO FOSSE GTA ISSO NÃO TERIA JAMAIS ACONTECIDO". O que é análogo a dizer que as asas de um avião o tornam pré-disposto a voar, mas se não fosse os amendoins que eles carregam a bordo, o avião seria incapaz de voar."

Lord Sarubiano said...

Muito bem sacado. Inclusive, recentemente, foi divulgado um estudo desmistificando essa crença ridícula. Se fosse assim, todo mundo que assistiu Platoon, Cobra, e outros filmes ou jogou um joguinho de guerra e de tiro em primeira ou terceira pessoa sairia matando por aí.
O que esses "críticos de tablóide" esquecem, é que está cientificamente comprovado que 3% da população mundial é psicopata. Se considerarmos que somos 6 bilhões de pessoas, é gente pacas...

Wagner said...

É sempre culpa do video-game... tsc tsc tsc

Amanda de Souza 6ª série-CONFEPI said...

Muitas pessoas acham que todos que moram em favelas ou são de familias de classe baixa são ladrões,claro muita gente que vive numa não tão boa situação de vida, para se sustentar rouba e até mata e é assim que a violência cresce.Mas muitos filhinhos de papai que apenas por brincadeiras e para gozar com os mais pobres cometem imprudências,e em vez de ser punidos como os das favelas passam uma noite na cadeia ou pagam sua fiança e já estão soltos.

Anonymous said...

a guria ali de cima viajou --'

Anonymous said...

concordo ela viajou
é melhor ela tirar o que ela escreveu(se der)
ou vai ficar feio pra ela coitada

kiany said...

essa tira mostra que as pessoas ,como não acham
um motivo concreto,
querem colocar a culpa
nos jogos de videos games,
que,fazem jogos relacionados
com a violencia.
Os jogos influenciam um
pouco sim a violencia.
Mas ninguem acha que os
pais tambem deixam de educar
os filhos
e conversar sobre esses assuntos
com seus filhos.
Esse mundo já está perdido
e não adianta colocar a culpa
na tecnologia que existe.
A única coisa que podemos fazer
é pedir PAZ
e não ficar criticando os joguinhos
de video-game